segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Amigo de Verdade

Imagem coletada do Google Imagens
          Amigo de verdade não depende da idade. Amigo de verdade não foge da face de quem diz ser amigo. Amigo de verdade não deixa de dar um OI, não finge que não viu.


     Amigo de verdade partilha o que sentiu, o que sente. Amigo de verdade, quando ferido, olha nos olhos do amigo e pergunta o porquê das coisas. Amigo de verdade está sempre ali, perto ou longe, não importa, pois o laço que os une é mais forte que qualquer distancia.

     Amigo é coisa sagrada, porque dele depende a interação com os outros, e por meio dele somos levados a conhecer outras pessoas; outros amigos. Amigo de verdade não tem cor, raça ou religião, o que importa é o amor que distribuem, a confiança que nutrem.

      Ter amigos não é ter uma porção adicionada no orkut ou no MSN e ficarem lá, apenas para fazer número e enfeitar a conta. Ser amigo de verdade é buscar no outro algo que lhe faça pensar, que lhe faça querer a cada dia ser mais e ter mais amigos. Amigo de verdade quer sempre saber como está o outro, é se importa, é buscar o motivo da ausência quando o outro silencia.

      Amigo não é um aluguel para os tempos de tempestades, mas é a doce, mágica e sublime alegria de uma conversa, sabendo que ali eu posso encontrar colo, carinho e um abraço fraterno em que possa se sentir que valeu apenas ter esse alguém como amigo(a).

      A você que é meu amigo(a), não finja que não me viu, porque neste momento eu posso está precisando do teu consolo. Você que é meu amigo(a) e sabe mais do eu, tenta me ensinar o que você aprendeu e quem sabe na minha simplicidade tu possas colher uma gota do orvalho que a vida me deu.

      Rega-me, cultiva-me, pois sou rosa cheia de espinhos, não sou perfeita como ninguém o é, assim sendo, antes de tudo, considera em primeiro lugar as minhas virtudes e ajuda-me a transformar os meus espinhos em cachos de botões de rosas.
 

 
Edith Lobato