terça-feira, 21 de outubro de 2014

Fim

Imagem coletada do Google Imagens
Fim
 
Jaz, solitário,
Debaixo do, mesmo, flamboyant,
O palco
Das nossas tardes prazerosas.
No ar,
Risos de felicidade rasgam
A memória.
Olho o velho banco,
Na solitude
Da cadeira de balanço,
Onde repouso.
 
Edith Lobato – 16/08/14

37 comentários:

  1. Bonito poema

    Amiga fiz-me "associada" ao linke que em referiu, é seguro??

    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Cidália. Sim pode ficar tranquila, é seguro sim. Somos muitos lá, Entra no grupo de ebooks e dá uma olhadinha nos ebooks que faço para os poetas lá. Bjs

      Excluir
  2. Edith minha linda como é bom apreciar a forma como a solidão revestida de saudade fica presente e tocante nos teus versos.Amei! Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Claudete pela leitura e pelo prazer de tua visita. Bjs

      Excluir
  3. Oi, Edith. Pequena poesia, mas com palavras profundas. bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Nal, grata por tua leitura querida. Bjs

      Excluir
  4. Bom dia Edith! Adoro ler poemetos, em poucas palavras fizeste uma bela analogia sobre a solidão!
    Obrigada pela presença em meu cantinho, Sua visita muito me alegra.


    Desejo a ti, dia azul . Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Dina, muito obrigada por tua leitura. Um dia lindo para você, querida. Bjs

      Excluir
  5. Que lindo. Traz à lembrança de algo que foi bom e que agora é saudade.

    Bjoo'o
    flores-na-cabeca.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Simone por tua leitura querida. Bom dia.

      Excluir
  6. O olhar para trás convida a saudade a entrar em nossos corações, enquanto as lembranças nos envolvem. Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Marilene, por tua leitura e comentário. Bom dia. Bjs

      Excluir
  7. O cenário fixa o que volta na memória! abração

    ResponderExcluir
  8. Boa noite Edith.
    Conheci o seu blog através da querida Ivone.
    Uma linda poesia.
    Uma linda quinta-feira.
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Delicia te receber aqui Mirtes. Obrigada pela visita, leitura e comentário. Feliz dia.

      Excluir
  9. Bom dia, não sendo eu poeta, gosto de poemas pequenos e objectivos, é o caso do lindo poema que partilha.
    AG
    http://momentosagomes-ag.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada AG pela leitura e comentário. Bom dia.

      Excluir
  10. Quando a memória é invadida pelas lembranças nada há a fazer senão deixá-las correr ao sabor do passado. Imagem e poema lindos, Edith. Obrigada pela visita!
    Uma doce quinta-feira, amiga!
    Bjssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Vanuza, nestes momentos derramamos a alma. Obrigada por tua leitura. Bjs

      Excluir
  11. Em tantos lugares da vida jaz tantas lembranças perdidas ..
    Belíssimo, direto, objetivo intenso ...

    Bjks Edith,
    My

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Minda. Obrigada por tua visita, leitura e comentário.

      Excluir
  12. Lembranças que ficam e nos marcam.Linda! bjs, tudo de bom,lchica

    ResponderExcluir
  13. Um vai-vem que sempre passa na cabeça... beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Teca, por teu carinho e leitura. Bjs

      Excluir
  14. Triste e singelo. Um lugar que
    trás lembranças, mas relembra momentos alegres e felizes,.
    Bem verdadeiro, muito lindo poetisa.
    Um beijo carinhoso e um final de semana cheio de luz e paz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bom te receber, Bandys. Obrigada pela leitura.

      Excluir
  15. recordar é viver, é não deixar extinguir os instantes bons com que fomos agraciados por Deus. Gostei amiga e desejo-te bom fim de semana.

    beijinho, fica bem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por tua leitura e comentário, Natalia.

      Excluir
  16. Edith, amei o poema, agradecido pelo comentário.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Daniel. Feliz que gostaste. Grande dia pra ti.

      Excluir
  17. Um lindo poema. Triste como todo final, mas delicado como a alma de um poeta. Luz e paz. Beijo

    ResponderExcluir
  18. Bom dia Querida Edith
    Passando para desejar um linda semana.
    Que Deus lhe abençoei e lhe conceda todos os seus desejos.
    Um forte abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Mirtes por tua leitura e gentil visita.

      Excluir
  19. Tenho o hábito de recordar, muitas vezes repito até as palavras em meu cérebro, acho que é por isso que sempre tive prazer em escrever, poder sentir e transformar em textos para jamais esquecer!
    Amei ler aqui!
    Abraços linda amiga!

    ResponderExcluir

Muito obrigada por deixar registrado em, Matizes da Alma, sua visita e sua opinião. Receba meu carinho.